Descubra!

Resultados da pesquisa

terça-feira, dezembro 22, 2009

Feliz Natal para todos, até para quem não me "vê"!



I'm driving home for Christmas
I can't wait to see those faces
I'm driving home for Christmas
Yeah, well I'm moving down that line
And it's been so long
But I will be there
To sing this song
To pass the time away
Driving in my car
I'm driving home for Christmas
It's gonna take some time
But I'll get there
Top to toe in tailbacks
Oh, I got red lights on the run
But soon there'll be a freeway
Get my feet on holy ground
So I sing for you
Though you can't hear me
When I get trough
And feel you near me
Driving in my car
I'm driving home for Christmas
Driving home for Christmas
With a thousand memories
I take a look at the driver next to me
He's just the same
Just the same
Top to toe in tailbacks
Oh, I got red lights on the run
I'm driving home for Christmas, yea
Get my feet on holy ground
So I sing for you
Though you can't hear me
When I get trough
Oh I feel you near me
Driving in my car
Driving home for Christmas
Driving home for Christmas
With a thousand memories
I take a look at the driver next to me
He's just the same
Driving home
Driving home
Driving home for Christmas
Driving home for Christmas

conhecem alguém execrável?

Não conhecem?

Eu apresento-vos...




É o Silvio Cervan, mais um gajo do Porto que é Benfiquista sectário e anti-portista primário e que, ou é de mim ou, foi "plantado" no "Dia seguinte" da SIC Noticias por indicação de alguém que invade estúdios...tal é o número de cretinices que debita, conseguindo mesmo a proeza de ultrapassar a abécula do Guilherme Aguiar e do Dias Ferreira!

PS: como podem comprovar eu tenho um apreço muito especial para com o Sr.

Não serve de desculpa...



...mas é sintomático do que se iria passar...

Palavras leva-as o vento...




Red Bull Air Race: PSD diz que transferência "é mais uma acha na fogueira centralista do Turismo de Portugal"
Os deputados sociais-democratas eleitos pelo Porto consideraram hoje que o "Red Bull é mais uma acha na fogueira centralista que o Turismo de Portugal tem promovido ao longo dos últimos anos face a Lisboa contra o resto do país".
Os deputados do PSD eleitos pelo círculo do Porto entregaram hoje uma pergunta na Assembleia da República, dirigida ao primeiro-ministro sobre a transferência da Red Bull para Lisboa e os critérios do Turismo de Portugal para a distribuição de incentivos próprios.
O coordenador deste grupo de deputados, Luís Menezes, disse à Lusa que a "Red Bull decidiu mudar a sua localização do Porto para Lisboa por uma questão comercial, por uma questão de dinheiro e com total conivência do Turismo de Portugal".
"Isto é mais um facto a somar a tantos outros demonstrativos da paixão centralista que o Turismo de Portugal tem por Lisboa", acrescentou Luís Menezes.
Segundo o deputado, "dos 70 milhões de euros de incentivos próprios que o Turismo de Portugal atribui em 2008 ao país como um todo, 70% foram investidos no distrito de Lisboa, ou seja, 49 milhões de euros".
"Desses 49 milhões de euros, 43 milhões de euros foram investidos só na cidade de Lisboa, o que quer dizer que Lisboa teve 64% de todos os incentivos próprios que o Turismo de Portugal atribui em 2008", explicou.
Luís Menezes denunciou ainda o facto de "em Lisboa as taxas de participação do Turismo de Portugal nos investimentos são de cerca de 50% enquanto que há distritos como o Porto ou Leiria em que as taxas de comparticipação são de 5%".
"É preciso ter descaramento para que, de forma reiterada, continuemos com este tipo de atitudes discriminatórias de Lisboa face ao resto do país", considerou o deputado, que acrescentou ainda que "o Turismo de Portugal deve explicações sérias sobre quais os critérios para a distribuição dos fundos".
Luís Menezes justificou o envio da pergunta ao Primeiro-ministro por considerar "que é da maior relevância que o líder da equipa governativa tenha conhecimento desta situação".
"Nós vamos esperar por uma resposta muito concreta do Turismo de Portugal e esperamos que essa resposta seja o mais rápida possível porque queremos fazer com que durante o ano de 2010 o Turismo de Portugal paute a sua actuação por uma distribuição mais equitativa de promoção turística das várias zonas do país", salientou.
A pergunta hoje entregue pelos deputados sociais-democratas do Porto refere que a "intervenção do Turismo de Portugal foi decisiva para a deslocalização do evento para Lisboa, em desfavor das cidades do Porto e de Vila Nova Gaia e de toda a região Norte do País".
"O Governo e o Turismo de Portugal mostraram claramente a sua total indiferença e preocupação por uma saudável distribuição de verbas e eventos de dimensão mediática com elevado retorno turístico, pelas diferentes regiões do país", continua o documento, que acrescenta ainda que "o seu aparente silêncio perante esta situação foi cúmplice de mais uma atitude característica do centralismo há muito reinante no nosso país".
In: www.ojogo.pt


...pois, pois...

Publicidade...


...já alguém disse que não existe publicidade boa e má, apenas publicidade, com este comercial o Pingo Doce conseguiu algo que já não se via há algum tempo, ninguém fica indiferente, talvez seja isso que irrita uma certa franja da sociedade, irrita tanto que quase toda agente sabe cantarolar o refrão...como dizem os nossos "irmãos" do hemisfério sul...é foda!

Isto é que preocupante...



O número de desempregados inscritos nos centros de emprego em Portugal subiu 28,2 por cento em Novembro, face ao mesmo mês do ano passado, e aumentou 1,2 por cento face a Outubro, segundo os dados divulgados esta terça-feira.

De acordo com a informação mensal publicada pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), no final de Outubro, encontravam-se inscritos nos Centros de Emprego do Continente e das Regiões Autónomas 523.680 desempregados, mais 115.082 indivíduos do que há um ano atrás.

Face a Outubro, o aumento foi de 1,2 por cento, o que representa um acréscimo de 6.154 inscritos.

In: www.agenciafinanceira.iol.pt

PS: onde andam as grandes inteligências do país que não consegue resolver isto?

Rain man...



Kim Peek, o homem que inspirou a personagem Raymond Babbit - interpretado por Dustin Hoffman - no filme «Rain Man», faleceu, este sábado, aos 58 anos, no hospital Salt Lake City, no Utah, Estados Unidos.

Segundo o jornal Times, o pai de Kim Peek revelou que Peek sofria de infecção nas vias respiratórias.

O homem que inspirou o filme, era portador do «Sindrome de Savant», ou seja, era dotado de uma capacidade de memorização fora do comum, decorando tudo o que lia.

O filme «Rain Man», dirigido por Barry Levinson, foi um grande sucesso mundial, tendo arrecadado quatro Óscares, incluindo o de melhor actor.

In: www.lux.iol.pt

Bollati...



...na Argentina é grande jogador, em Janeiro apresenta-se no Porto, onde irá jogar?

Portagens????



Não obrigado...

domingo, dezembro 20, 2009

Mas o natal realmente é para todos!


Ou não...


Ele assim aquece melhor!


Talvez seja pelo frio...


Não é que mereçam muito mas...


Época tradionalmete dedicada ao dar e receber...


Especial Natal...


Movido pelo espírito e no seguimento de anos anteriores...




...aqui vão algumas prendas de Natal!

E já agora...


Nostalgia...



...de um tempo que não vivi!

sábado, dezembro 19, 2009

Manobras de diversão...



DEPOIS É O CASAMENTO GAY O PROBLEMA, NÃO É?

Sejam 60 ou 70 horas semanais, tirem-se da vossa vidinha e imaginem-se. Se forem 70 horas, siginifica que a mãe, ou o pai, ou ambos, trabalharão uma média de 10 horas diárias. Saem às 08.00h e chegam ás 20.00h? Não: saem às 06.30h e chegam às 21.30h, porque não moram ao lado das lojas nem usam helicópteros.
Os patrões são, por norma, gente conservadora e de família. E é assim que a defendem? Bardamerda.


PS: rapinado do Mar salgado, com a devida vénia!

Do universo pimba...





...a Rute Marlene! Belo "espécimen" por sinal...Coisinha sexy coisinha sexy...digam lá se o "musicól" não fica logo no ouvido...

sexta-feira, dezembro 18, 2009

Uma aventura...




...não, não é da Ana Maria Magalhães e da Isabel Alçada, é mesmo uma aventura ter de frequentar os centros de saúde do país, além de ter de aturar pessoas que não entendem que depois de existirem duas filas e se numa delas a funcionária se lembra que tem de ir fazer uma daquela coisas inadiáveis que normalmente esses funcionários tem de fazer quando existem filas enormes e abandonam literalmente as pessoa sem lhes dar uma explicaçãozita sobre como deverá continuar o atendimento dos utentes para que não se criem conflitos o que origina que duas filas ordeiras se transformem numa fila em X sem ordem nenhuma onde ninguém quer ver o óbvio e onde se debatem imediatamente as mais duras enfermidades à face da Terra ainda ter de aturar a médica a massacrar a cabeça a um gajo é dose!

Hoje fui ao médico...




...depois de uma enormidade de prescrições médicas e de exames marcados só me resta dizer o seguinte...estão a ler um post de um morto, só pode!

De uma rádio centralista...



...não!

O desplante não tem fim...


... e está bom de ver que o Estado lá teve um dedito na coisa, há pessoas de cidades mais interiores que acham que o Porto fala mas de barriga cheia, que se queixa muito mas tem tudo, tirando o FC Porto que realmente tem tudo, a cidade tem perdido influência e peso estratégico, mas ao contrário do que muitos pensam a asfixia tem sido terrível, mal anda uma cidade que sendo a 2ª do país sente enormes dificuldades em crescer e avançar rumo à modernidade, em capitalizar investimentos pois tudo é centralizado, descaradamente centralizado, recorrendo a um argumento muito curioso, o de que o país é pequeno demais para existirem divisões e vai daí fica tudo em Lisboa, até os fundos comunitários são canalizados para Lisboa com o ardil "sui generis" de que através do investimento na capital o país beneficia...ora Lisboa e os lisboetas estão habituados a ter tudo ali ao pé e a não fazer grandes viagens nem grandes despesas para assistirem a um qualquer espectáculo social, desportivo ou cultural, com a grande vantagem de auferirem vencimentos bem mais elevados do que no resto do país. Estamos portanto inseridos num país cujos governantes mereciam que todas as cidades transferissem para a capital todo e qualquer imóvel com carga histórica, a Torre dos Clérigos, a Sé de Braga, o Palácio dos duque de Bragança em Guimarães, os Mosteiros da Batalha e de Alcobaça, as ruínas de Conímbriga, o Templo de Diana em Évora e todos os outros que por lapso e falta de espaço não mencionei...
Talvez assim eles saciassem o apetite voraz que possuem por tudo o que de bom existe pelo resto do país e nos deixassem recomeçar tudo de novo mas não à parte deles, com a capital onde deveria estar, em Guimarães, onde tudo começou...
Também me irrita a redução das assimetrias nacionais à dicotomia Lisboa-Porto, é muito redutora esta perspectiva, o Porto é apenas o espelho do que de mau se faz ao país, insisto na mesma ideia  mal anda um país onde 2ª maior cidade não consegue libertar-se da asfixia centralista, mal anda um país onde  um qualquer problema informático de uma qualquer repartição de finanças ou esquadra ou tribunal  tem de ser resolvido por um técnico vindo de...Lisboa!
Viva o centralismo, viva Portugal, viva Lisboa e a sua capital Cascais!

terça-feira, dezembro 15, 2009

Humor...escuro!





Uma mulher recebe um amante todos os dias em casa, enquanto o marido trabalha. Durante esse tempo ela mete o filho de 9 anos trancado no armário do quarto. Certo dia o marido chega a casa e o amante ainda lá está. Então ela tranca o amante no armário onde estava o filho. Ficaram lá um bocado, até que o miúdo diz:
- Tá escuro aqui...
- Tá...
- Eu tenho uma bola de ténis para vender...
- Que giro!
- Queres comprar?
-Não!
-Pronto... Se preferes que eu diga ao meu pai...
- Quanto é que queres pela bola?
-25 Euros.
- Toma.
Uma semana depois, o marido torna a chegar cedo. O amante está em casa. O miúdo está no armário. O amante vai para o armário. Eles lá ficam em silêncio até que o miúdo diz:
- Tá escuro aqui...
- É, está.
- Eu tenho aqui uma raquete de ténis para vender por 150 euros.
- Que bom.
- Queres comprar?
-150 Euros??? É muito cara!
-Se preferes que eu diga ao meu pai... É contigo.
-Nao, não... Eu compro.
Outra semana depois, o marido torna a chegar cedo.O amante está em casa. O miúdo está no armário. O amante vai para o armário. Eles lá ficam em silêncio até que o miúdo diz:
- Tá escuro aqui...
- É, está.
- Eu tenho aqui umas sapatilhas da Nike para vender por 500 euros. Queres comprar?
- 500 Euros??? Tás doido?!!
- Se preferes que eu diga ao meu pai... É contigo.
- Não não, eu compro, eu compro.
No fim-de-semana, o pai chama o filho:
- Pega na bola e na raquete e vamos jogar.
- Não posso. Vendi tudo.
- Vendeste? Por quanto?
- 675 Euros.
Não podes enganar os teus amigos assim. Vou levar-te agora ao padre para te confessares. 
Chegando à igreja, o miúdo entra pela portinha, ajoelha-se e fecha a portinha. Abre-se uma janelinha e aparece o padre.
- Meu filho, não temas a Deus, diz os teus pecados e Ele perdoar-te-á. Qual é o teu pecado?
- Tá escuro aqui, não tá?
- Não vais começar com essa merda outra vez, pois não???


PS: rapinado do cronicas do rochedo à má fila, com a devida vénia.

Mito urbano 2


Di Maria, uma vedeta...

Mito urbano 1



David Luís, grande central...

Comentadores...paineleiros...afins...


Este doutor, na arte dele é um "expert", sem dúvidas, quando vira comentador ou paineleiro é um faccioso debitador de banalidades, ontem no programa da TVI 24 disse que a falta que ditou a expulsão do Di Maria não era nada, era falta para amarelo...

Ora ainda bem...




...de merda já estamos nós fartos , ao menos "vê-se" um belo par delas!

Ou nós ou o palhaço...

Crónica de Mário Crespo no JN


O palhaço


O palhaço compra empresas de alta tecnologia em Puerto Rico por milhões, vende-as em Marrocos por uma caixa de robalos e fica com o troco. E diz que não fez nada. O palhaço compra acções não cotadas e num ano consegue que rendam 147,5 por cento. E acha bem.
O palhaço escuta as conversas dos outros e diz que está a ser escutado. O palhaço é um mentiroso. O palhaço quer sempre maiorias. Absolutas. O palhaço é absoluto. O palhaço é quem nos faz abster. Ou votar em branco. Ou escrever no boletim de voto que não gostamos de palhaços. O palhaço coloca notícias nos jornais. O palhaço torna-nos descrentes. Um palhaço é igual a outro palhaço. E a outro. E são iguais entre si. O palhaço mete medo. Porque está em todo o lado. E ataca sempre que pode. E ataca sempre que o mandam. Sempre às escondidas. Seja a dar pontapés nas costas de agricultores de milho transgénico seja a desviar as atenções para os ruídos de fundo. Seja a instaurar processos. Seja a arquivar processos. Porque o palhaço é só ruído de fundo. Pagam-lhe para ser isso com fundos públicos. E ele vende-se por isso. Por qualquer preço. O palhaço é cobarde. É um cobarde impiedoso. É sempre desalmado quando espuma ofensas ou quando tapa a cara e ataca agricultores. Depois diz que não fez nada. Ou pede desculpa. O palhaço não tem vergonha. O palhaço está em comissões que tiram conclusões. Depois diz que não concluiu. E esconde-se atrás dos outros vociferando insultos. O palhaço porta-se como um labrego no Parlamento, como um boçal nos conselhos de administração e é grosseiro nas entrevistas. O palhaço está nas escolas a ensinar palhaçadas. E nos tribunais. Também. O palhaço não tem género. Por isso, para ele, o género não conta. Tem o género que o mandam ter. Ou que lhe convém. Por isso pode casar com qualquer género. E fingir que tem género. Ou que não o tem. O palhaço faz mal orçamentos. E depois rectifica-os. E diz que não dá dinheiro para desvarios. E depois dá. Porque o mandaram dar. E o palhaço cumpre. E o palhaço nacionaliza bancos e fica com o dinheiro dos depositantes. Mas deixa depositantes na rua. Sem dinheiro. A fazerem figura de palhaços pobres. O palhaço rouba. Dinheiro público. E quando se vê que roubou, quer que se diga que não roubou. Quer que se finja que não se viu nada.
Depois diz que quem viu o insulta. Porque viu o que não devia ver.
O palhaço é ruído de fundo que há-de acabar como todo o mal. Mas antes ainda vai viabilizar orçamentos e centros comerciais em cima de reservas da natureza, ocupar bancos e construir comboios que ninguém quer. Vai destruir estádios que construiu e que afinal ninguém queria. E vai fazer muito barulho com as suas pandeiretas digitais saracoteando-se em palhaçadas por comissões parlamentares, comarcas, ordens, jornais, gabinetes e presidências, conselhos e igrejas, escolas e asilos, roubando e violando porque acha que o pode fazer. Porque acha que é regimental e normal agredir violar e roubar.
E com isto o palhaço tem vindo a crescer e a ocupar espaço e a perder cada vez mais vergonha. O palhaço é inimputável. Porque não lhe tem acontecido nada desde que conseguiu uma passagem administrativa ou aprendeu o inglês dos técnicos e se tornou político. Este é o país do palhaço. Nós é que estamos a mais. E continuaremos a mais enquanto o deixarmos cá estar. A escolha é simples.
Ou nós, ou o palhaço.

domingo, dezembro 13, 2009

O clássico está a chegar!




Quem ganha o clássico?

Benfica perde por 1-0

Benfica perde por 2-0

Benfica perde por 3-0

Benfica perde por 4-0 e o Eusebio tem um ataque

Benfica perde por 5-0 e o "orelhas" tem um ataque

Benfica perde por 6-0 e o Rui Costa tem um ataque

Benfica perde por 7-0 e o Jesus tem um ataque

ok o porto empata...

= ver resultados =

Palhacita...



...não há dúvida, de confiança!

O Natal...

segunda-feira, dezembro 07, 2009

Foodscapes 1



Clicar para aumentar!

Foodscapes, a seguir...


Vai um Bigmac?


Pois muito bem...



...é curioso como jogando contra as equipas fracas marca muitos golos, são os maiores, goleada atrás de goleada mas...

...quando jogam contra equipas organizadas a conversa muda, só que, comparado com outros, vão-se criando mitos, um deles é que a equipa é maravilhosa, que não é, tem pontos fracos que começam a ficar expostos e isso, mais cedo ou mais tarde, vai trazer dissabores, está uns passos largos atrás do Porto de Mourinho, que muitas vezes não era dominador mas tinha sempre o jogo controlado.

PS: continuo a achar o David Luís um central normalissimo.

domingo, dezembro 06, 2009

Até nisto somos uma merda...



...não há nada mais interessante?

Já por aqui alertei...


Isto não é nada se comparado com os desvios dos fundos comunitários, a vergonha não tem limites, e até mesmo quem se intitula do Norte e lá chega não quer abrir mão de todas as comodidades que por lá possam ter, nem que seja à custa de vilipendiar a suas "terrinhas"...

Não tive a oportunidade de ver mas...



...mas dizem que foi mais uma jogatana...

Dizem por aí...




...que está a 10 000 € o quilo...

Porque é que o Porto não o vai buscar?



Fazia aqui o resto desta época e talvez mais uma e depois era vender o passe do moço para Real ou Barça, só precisa de ser bem trabalhado e e apertado, eu cá apostava no gajo...

terça-feira, dezembro 01, 2009

quinta-feira, novembro 19, 2009

Agora...




...força Portugal!

PS: Obrigado ao Antilampião

Não havia necessidade...



...estamos lá a muito custo, CQ conseguiu o apuramento a custo e não havia necessidade disso, que aprenda a lição é o que se pede e que faça um bom campeonato do Mundo, realisticamente, que não embandeire em declarações como as que já fez, que trabalhe as opções da melhor forma, que leve os melhores e que se deixem de pedantismos, a hora é de reflexão, sobre o que se passou na fase de apuramento e sobre o que se quer do Mundial.
Para mim tudo o que seja a partir dos quartos de final já será uma boa classificação, é muito difícil suplantar as influências das grandes federações e isto não é um Europeu por isso realismo e dedicação é o que se pede!
Quanto a mim, continuo a pensar que CQ é um erro para seleccionador nacional, não foi este apuramento que me fez mudar de opinão!

domingo, novembro 15, 2009

And the winner is...



...Carlos Carvalhal for "who the fuck thought that it was going to be me!"

Yes minister...





"Well, it's clear that the committee has agreed that your new policy is a really excellent plan but in view of some of the doubts being expressed, may I propose that I recall that after careful consideration, the considered view of the committee was that while they considered that the proposal met with broad approval in principle, that some of the principles were sufficiently fundamental in principle and some of the considerations so complex and finely balanced in practice, that, in principle, it was proposed that the sensible and prudent practice would be to submit the proposal for more detailed consideration, laying stress on the essential continuity of the new proposal with existing principles, and the principle of the principle arguments which the proposal proposes and propounds for their approval, in principle."

- Sir Humphrey

Ripei este post do 31 da armada, com a devida vénia, pois mais do que nunca se mostra completamente actual!

sábado, novembro 14, 2009

Ai a Justiça...



...

Uma resposta...







Perguntaram ao General Norman, do Exército dos Estados Unidos, se ele perdoaria os terroristas do 11 de Setembro de 2001 .
A resposta:
"Eu creio que a tarefa de lhes perdoar cabe a DEUS. A nossa é de simplesmente proporcionar esse encontro"

...má?
...bem dada?
...genial?

Aguardo feedback!

PS: é claro que isto refere-se a quem não for ateu...

quinta-feira, novembro 12, 2009

Diesel...


Diesel's SFW XXX Party Clip - Watch more Funny Videos

...conhecem este anúncio?

Post "gamado" de "dedo político", com a devida vénia!

Uma ideia que vai ganhando força...
"Em causa estão as excepções, fixadas pelo Governo, à regra geral da elegibilidade territorial das despesas, permitindo que sejam aplicadas em Lisboa verbas que eram destinadas às regiões menos desenvolvidas. Isto à luz do chamado " efeito difusor" de projectos de interesse nacional."

"Os "financiamentos avultados aprovados com verbas destinadas ao Norte". JN



Os vários casos polémicos que têm vindo a lume e que envolvem os nossos políticos são, 'felizmente', de âmbito nacional . É que, se dividirmos o prejuízo de M€ por todos, e o saque exclusivamente por alguns políticos, após algumas semanas de verborreia pelas gentes deste país o caso parece ficar resolvido com a inércia do sistema judicial.

Mas, o problema pode ter consequências muito mais graves se o favorecimento passar a beneficiar só 'Um': a Capital (Lisboa)!

Se à 'ideia' denunciada por Rui Rio, Filipe Menezes e Maria Graça de Carvalho (euro deputada), que vai ganhando cada vez mais 'peso' em algumas tertúlias nortenhas e que começa a dar indícios de algum mau estar na classe política da região, adicionarmos as vozes de Pinto da Costa, Pedro Abrunhosa, Rui Reininho e Manuel Serrão (entre outros) o problema passa a ser regional e poderá acarretar consigo consequências nacionais imprevisíveis!
In "dedo politico"