Descubra!

Resultados da pesquisa

sexta-feira, outubro 23, 2015

Cavaquinho...

 
Para o PR 1 milhão de eleitores da "outra" esquerda não existe...
Para o PR 3 ou mais milhões de eleitores de um espectro politico que não o dele, não existe...
Para o PR estabilidade é o que ele entender...
Para o PR as eleições Legislativas são como um campeonato de futebol, o 1º a chegar ao topo ganha e o "Gaitán" é o maior...
Entendo que exista quem, aos 70 anos de idade, tenha uma sagacidade e uma capacidade de entender o passado, mas não viver refém dele, e projectar o futuro com a mente aberta...
Entendo que exista quem, aos 70 anos de idade, já não tenha sagacidade alguma e muito menos capacidade de entender que o passado já era e o futuro é o que nos resta mas que é agora, no presente, que tratamos dele...
Cavaco está obviamente na segunda categoria, ele que é, de facto e enquanto político, de segunda categoria.
Li algures pela blogoesfera que Cavaco teria sido igual a si próprio, ou seja, ele em 1º lugar, o partido em 2º lugar, depois os seus companheiros políticos e só depois, se não houver contratempos virá o país...é bem verdade!

quinta-feira, setembro 10, 2015

O debate do século...

 
 

..dizem eles!

Debate de merda foi o que foi.

Um primeiro-ministro que demosntrou toda a sua debilidade e um pretendente a primeiro-ministro que parecia estar um pouco receoso do fantasma de um ex-primeiro-ministro.

O argumento de que votar na esquerda é um retroceder às politicas Sócraticas é uma falácia, assim sendo não mais se votaria na esquerda com medo do passado, mas nós não vivemos do passado, vivemos o presente e projectámos o futuro, isto, vendo bem, lembra a velha máxima do medo incutido às populações, cuidado, é preferível votar nestes (na direita) pois assim já sabemos com o que contámos, independentemente de que o que se espera seja uma merda...

A idiotice de colar Sócrates a António Costa é um tiro nos pés.

Resumindo, foi uma merda este debate, não voto nem num nem noutro.


terça-feira, agosto 11, 2015

Quando menos se espera...


As surpresas aparecem e PdC teve aqui uma jogada brilhante, que demonstra bem como ele, aos 78 anos, continua a ser o homem em Portugal que melhor entende o futebol e os seus meandros.

Claro que isto para uma imprensa altamente centralista é algo que não cai bem, vai daí e aparecem, sucedâneos muito mal preparados, estilo BdC ou LFV.

Existem "case studies" de academias, toques de Midas, presidentes sem medos, mas uma coisa é certa, fora a imprensa isenta e estas parangonas desapareciam...

Iker Casillas é um dos melhores guarda redes deste século, mediaticamente apetecível e a mulher dele não é só mediaticamente apetecível, é o em todos os aspectos!

Iker Cassillas é caro!

Factual!

O Peter Scheimchael era barato, veio ganhar, nos idos de 2000, para o Sporting 185 contos...ainda não havia €uros...

O Pablo Aimar era barato, ganhava, pelo que ouvi dizer, 1750 €uros, muito bom...

Quando menos se espera PdC brinda o futebol Luso com particularidades nunca reconhecidas e só lhe apontam defeitos e malvadez...

O futebol é uma indústria e ao contrário do que Mourinho pensa, investimentos tem de ser feitos para não cairmos no esquecimento.





They deserve it for sure!


terça-feira, julho 21, 2015

Assalto a Serralves!

 

 
Por David Pontes
Escusam de imaginar mascarados de arma com os quadros debaixo do braço fugindo pelos corredores desenhados por Álvaro Siza para o Museu de Arte Contemporânea. Este é um assalto de colarinho branco, há muito tempo desejado e que, pelas notícias mais recentes, só foi evitado à última hora.
A segunda cidade do país tem muita atividade cultural de relevo nacional e internacional, mas não tem muitas instituições culturais de relevo nacional. Serralves, Casa da Música, São João e Soares dos Reis são aquelas que mais prontamente saltam à memória.
As duas delas que têm "Nacional" no nome, o Museu Nacional Soares dos Reis e o Teatro Nacional de São João, vão gerindo a asfixia orçamental que é a marca dos dias que correm. O teatro, pelas suas características programáticas, ainda consegue disfarçar a frugalidade, mas o Soares dos Reis há muito que praticamente não é mais do que um bom conservador do seu acervo.
Casa da Música e Serralves, que têm participação do Estado e de privados, são sem sombra para dúvidas os maiores motivos de atração e de atenção, por um público que ultrapassa largamente as suas fronteiras regionais e por uma dinâmica que tantas vezes faz os amigos de Lisboa dizerem "um dia deste tenho de lá ir".
São instituições ímpares no todo nacional e, por isso, não só motivo de admiração mas também de cobiça e o episódio que culminou com a demissão do diretor do Museu do Chiado é uma marca dessa tensão.
Serralves é, por decisão do Estado português, o Museu Nacional de Arte Contemporânea por excelência, a instituição nacional que concentra a sua coleção a partir da década de 1960, enquanto ao Chiado e a Soares dos Reis cabe o período anterior. De acordo com esta divisão, o Estado depositou o acervo de obras artísticas que foi adquirindo.
A recente tentativa desastrada do secretário de Estado de deslocar para a tutela do Museu do Chiado um conjunto de obras da Coleção SEC mostra como é difícil à capital pensar o país como um todo e não como um "tudo cá". Dessa incapacidade sofreu o Centro Português de Fotografia, pensado como uma instituição autónoma, dinâmica, e não uma dependência da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas.
Lisboa até pode achar que este é o momento de ter um museu de arte contemporânea à imagem de Serralves, mas que o faça à custa da violação do que está protocolado só mostra a má raiz da decisão. Ainda bem que, desta vez, os assaltantes foram apanhados à porta do museu.

terça-feira, maio 19, 2015

Ser ou não ser bom chefe de família!




 
Esta coisa do "quem não é benfiquista não é bom chefe de família", é daquelas afirmações tipicas de um Portugal Salazarento da década de 40/50/60, onde as lavagens cerebrais funcionavam pois a informação não existia da maneira que existe hoje.

Foi uma época da história do futebol português, onde só os clubes da capital (será pseudo capital?) e arredores eram objecto de tratamento digno, eram os tempos do belenenses, do benfica, do sporting (que dividiam para reinar), e dos apêndices tipo atlético, oriental, cuf, barreirense, amora, vitória de setubal entre outros...

O ostracismo a que sempre colocaram o resto do país continuou e continua, mas as pessoas não são estúpidas e a informação hoje corre de maneira diferente, pese embora o facto de existirem, como sempre existiu, gente que sendo de 400 km de distância, apoie um clube (ou vários) que eu, e desculpem mas isto é a minha e somente a minha opinião, considero de completamente execrável, em grande parte devido ao tratamento de benefício que usufrui.

Tudo lhes é perdoado, tudo lhes é permitido...tudo lhes é branqueado!

Sou do Porto, detesto quem é do Porto e enche a boca com a lengalenga do "quem não é benfiquista não é bom chefe de família"...irrita-me sobremaneira, não parto para a estupidez nem para a ignorância, se a pessoa em causa for desse clube e valer a pena, coloco essa parte da personalidade em suspenso, se não valer a pena passa-me ao lado...simples...

Sou do Porto, não sou Portista, o meu coração tem outras paragens, mas nenhuma delas ultrapassa os limites da cidade do Porto.

Detesto a capital, a pseudo capital, detesto a macrocefalia, detesto que um buraco qualquer de uma rua de lisboa seja notícia de telejornal, telelixo por assim dizer, com agendas próprias, "lisboa isto" "lisboa aquilo", detesto (odeio) a "ficção nacional", novelas e afins, com a lisboetização do país, tudo ocorre em lisboa, não há novela que se preze onde a história não  tenha  que ter enredo lisboeta, a novela não pode ser, do início ao fim, noutro sitio qualquer, tem de parar sempre em lisboa?

Os sotaques? Não existem, numa produção qualquer, todo o personagem fala à lisboeta...é irritante que considerem os sotaques de forma tão depreciativa, um sotaque é uma marca identitária e muito idiossincrática, tanto de um indivíduo como de uma cidade ou região...

Resumindo, poderia estar aqui a tarde toda a bater neles...bater...pois...não é preciso, eles próprios tratam disso...

Nem para festejar servem!


http://sicnoticias.sapo.pt/especiais/benfica2015/2015-05-19-Video-mostra-adeptos-a-assaltarem-armazem-do-Vitoria-de-Guimaraes

quarta-feira, maio 13, 2015

Bem-vindos à Lisboetização do país!

 
 
Bem-vindos a Beirais é uma série que não consigo ver sem me irritar ao fim de alguns minutos. A apresentação diz que se trata de "uma série que aborda as diferenças entre o interior e as grandes cidades, não esquecendo as realidades como o desemprego, a desertificação ou a solidão ..." - que grande treta! Como qualquer pessoa que não viva na capital sabe, Beirais não é o interior e só representa a ideia que os lisboetas urbanos fazem do interior. É uma representação tão cheia... de lugares comuns e disparates que se torna penoso assistir a mais de um par de minutos. Algumas cenas parecem quadros de revista mais típicos de Alfama do que de uma suposta Beirais. Os habitantes de Beirais falam como lisboetas, vestem como lisboetas (oh, se vestem!), pensam como lisboetas. É normal - são lisboetas... O resto, aquilo que é suposto ser "castiço" e "cómico", é tudo aquilo que os lisboetas "imaginam" que deve ser o interior. Confrangedor...
Também assim, com estereótipos patetas e indigência cultural, se vai contribuindo para desvalorização de quem não vive na capital e para a desertificação do país. Serviço público na RTP1.


Por:

sexta-feira, abril 24, 2015

Lembram-se?


Lembram-se desta panorâmica?

Recordam-se onde estava?

Alguém sabe um pouco da história desta fotografia?

A escola dos dias de hoje...


No próximo ano...


...no próximo ano vou à Alemanha e já estou preparado para a viagem, principalmente se tiver que ir de Repente a Kagar!

quarta-feira, abril 22, 2015

A diferença?

A diferença é de, sensivelmente, 398 milhões de Euros... Por isso não podemos ser excessivamente criticos.
 
 O jogo foi muito mau, é um facto, mas não posso deixar de relevar a falta, por castigos, dos 2 defesas laterais...julgo que foi por aí que a derrota começou a acontecer, depois, lá está a diferença de orçamento a funcionar, sem 2 dos mais influentes jogadores da defesa o treinador teve de inventar 2 novos laterais, só que errou na invenção...
 
Foi pena o resultado ter sido tão excessivo, e agora estes cabrões, desculpem mas não acho que exista melhor termo para classificar esta corja arrogante que se julga superior ao resto da Europa e não passam de uns agiotas sobre os quais pende o ónus do pior que a espécie Humana é capaz de fazer.
 
No fundo está tudo de acordo com o que o paneleiro do Platini quer, os grandes e só os grandes poderão aspirar a ganhar esta Liga...

FC Bayern Munchen vs FC Porto the difference?

Well, the difference is about 397 800 000.00 €...
 
FC Porto is a team with a budget of about 90 000 000.00€! So don't be excessively judgemental... It was a poor game for the Dragons but in the end this is just what Mr. Platini desires...
 
Bayern, Barcelona, Real Madrid, Juventus and kick out the underdogs... Fuck you UEFA, FIFA an all the Platinis around the world...

quarta-feira, abril 15, 2015

Beautiful!

If no strange things happen it will be a beautifull night!* But Guardiola's speach it´s a litlle bit strange... * For those who don't know what i'm talking about, go back a few years, untill 1999, and watch the match FC Bayern vs FC Porto again and tell me something latter...search for a guy named Hugh Dallas...

quarta-feira, janeiro 14, 2015

Nada estará perdoado!

Apedrejar mulher que encornaram maridos não me parece que seja muito civilizado.

Impedir mulheres de mostrarem algo mais que os olhos também me parece pouco civilizado...

Perseguirem escritores por terem opiniões e as colocarem em livro, e marcarem-no de morte (Salman Rushdie), não me parece civilizado...

Perseguirem e matarem pessoas só porque são "paniscas" (eu não os aprecio mas não os tento matar nem tão pouco os ostracizo e isto pode parecer um contra-censo) não me parece  civilizado...

A negação repetida do Holocausto  não me parece civilizado...

A negociação de interesses destes "senhores" (tipo Bin Laden) ora são aliados do Ocidente ora diabolizam esse mesmo Ocidente não me parece civilizado...

No fundo ninguém tem razão, o Islão é o Islão, os Judaísmo é o Judaísmo, o Cristianismo é o Cristianismo e por aí fora, nenhum é melhor do que o outro, os interesses pessoais as Agendas pessoais estão sempre presentes, antes de mais é preciso não esquecer que em muitos países islâmicos existe o petróleo, e em muitos desses países há quem viva megalomanentemente bem enquanto as populações penam a bem penar, mas, claro está que é o Ocidente o grande culpado...

E, "last but not least", é preciso não esquecer que mesmo entre eles, Sunitas e Chiitas, a coisa nunca correu bem...